cibelle

 Jogos tradicionais dinamizados pelos Avós

 
 
 2016/17
 
Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar

http://www.dge.mec.pt/ocepe/

Foram homologadas as Orientações Curriculares para a Educação Pré-escolar através do Despacho n.º 9180/2016 – Diário da República n.º 137/2016, Série II de 2016-07-19 Ministério da Educação – Gabinete do Secretário de Estado da Educação.

A educação pré-escolar, tal como está estabelecido na Lei-Quadro (Lei n.º 5/97, de 10 de fevereiro), destina-se às crianças entre os 3 anos e a entrada na escolaridade obrigatória, sendo considerada como “a primeira etapa da educação básica no processo de educação ao longo da vida”.

As Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar baseiam-se nos objetivos globais pedagógicos definidos pela referida Lei e destinam-se a apoiar a construção e gestão do currículo no jardim-de-infância, da responsabilidade de cada educador/a, em colaboração  com a equipa educativa do estabelecimento educativo/agrupamento de escolas.

Plano Curricular

Projeto: Despertar para a Ciência

 
IMG 1065 Medium IMG 1068 Medium
 
IMG 1072 Medium  IMG 1079 Medium
 

Este projeto surge para dar continuidade ao trabalho desenvolvido no ano anterior, no âmbito das ciências experimentdeslCienciaPreais e está definido numa atitude transversal às Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar e também ao Plano de Ação Estratégica do Agrupamento.É um projeto que pretende proporcionar às crianças atividades experimentais que se traduzam em aprendizagens significativas, que decorrerão principalmente da ação e da manipulação dos objetos disponíveis, sendo por isso do tipo causa/efeito. Neste contexto, a criança vai estruturando a sua curiosidade e sentido crítico, resultando posteriormente num desejo de saber mais sobre o mundo que a rodeia.

Pretende-se também, sistematizar processos de aprendizagem de ciências, de forma intencional, promovendo nas crianças a literacia científica.

Será sempre um projeto aberto e que por conseguinte irá sendo contextualizado ao longo do ano aos interesses e necessidades do grupo. Pretende-se também que seja um projeto colaborativo com outros agentes educativos, nomeadamente as famílias.